The Daily Prosper
experimentos científicos niños

Três experimentos científicos para se fazer com as crianças

Além da educativa, a ciência também pode ser divertida. Se pensarmos, as crianças se comportam como cientistas: hipóteses surgem e elas tentam testá-las por tentativa e erro. Não se trata de encontrar entre elas um futuro pesquisador em potencial - que também pode acontecer – mas, simplesmente, incentivar a sua curiosidade e suas inquietudes, através de jogos simples que tirem eles da rotina e os surpreendam


Cada vez mais escolas e brinquedotecas buscam promover o aprendizado ativo das crianças, através de testes simples e experimentos que são realizados, em questão de minutos, com produtos que não representam nenhum risco a eles.

Precisamente, por serem objetos ou ingredientes do cotidiano, há inúmeras experiências infantis que podem ser feitas em casa. Mesmo que o único “perigo” seja a limpeza extra, a supervisão de um adulto é sempre recomendada.

A presença de pais ou irmãos mais velhos não é apenas uma questão de segurança. Estar acompanhados durante o experimento, consultando e se deixando aconselhar, a fim de alcançar o resultado ideal, ajuda a promover o trabalho coletivo e a aceitar que as ideias dos outros pode ser algo tão positivo como ter as próprias.

Durante o processo de aprendizagem, eles deverão trabalhar com diferentes colegas, em diversas situações. Se assimilarem essa ideia desde criança, será muito mais fácil se acostumar com outros ritmos e formas de trabalhar. 

Aqui, propomos três ideias para iniciar seus filhos no maravilhoso mundo da ciência. Se você gostar, se divertir e se envolver, verá como, em questão de tempo, eles mesmos passarão a propor seus próprios experimentos e participarão ativamente do processo.

 

ARCO-ÍRIS

Como muitos adultos, os mais jovens sempre ficam surpresos ao se depararem com um arco-íris, quando saem para passear, depois de uma surpreendente tempestade de verão.

Explicado de maneira simples, esse fenômeno óptico - um arco-íris no céu - acontece quando os raios do sol passam através das gotículas de água.

Apenas mais um dado. Embora vários cientistas tenham trabalhado sobre essa ideia, Isaac Newton foi o primeiro a entender esse fenômeno, graças aos seus testes de dispersão da luz.

Para fazê-lo em casa, só precisamos de dois copos de vidro (grandes e pequenos), corantes (vermelho, azul e amarelo), um pouco de mel, detergente azul, óleo de girassol, álcool e uma colher pequena.

 

BOLAS MÁGICAS

Antes de realizar este experimento, sugerimos que você pergunte ao seu filho se é possível inflar um balão sem a necessidade de assoprar e, obviamente, sem uma garrafa na mão. O que será que ele vai responder?

Bem, então, você só precisa apresentar o material necessário: três pequenas garrafas de água vazias, três bolas, bicarbonato de sódio, um funil de plástico e vinagre.

Com essas ferramentas e seguindo os passos que você encontrará neste vídeo, a surpresa será garantida ao inflar três balões coloridos com a simples ação da ciência.

 

LÂMPADA MARAVILHOSA

E, finalmente, um experimento para criar uma nova lâmpada. Na verdade, é tão pouco convencional que você não precisa de lâmpada e nem de eletricidade.

Os componentes que vamos precisar são: uma garrafa de vidro com gargalo grande, óleo de girassol, um copo de água, um funil de plástico, comprimidos efervescentes e corante para alimentos.

Como visto no vídeo, quanto mais comprimidos usarmos, mais bolhas aparecerão em nossa lâmpada maravilhosa.