The Daily Prosper
¿Cuántos tipos de energía renovable conoces?

Quantos tipos de energias renováveis você conhece?

Ligar o carro. Acender a luz. Usar a máquina de lavar ou as escadas rolantes. Você sabe a quantidade de energia que exige cada uma dessas pequenas ações cotidianas? E o mais importante, você sabe de onde vem essa energia? As fontes de energia são indispensáveis para nossa sociedade, o mundo inteiro se move graças a elas e precisamos delas para viver.


O que chamamos de energias renováveis?

Existem muitos tipos de energia, tanto renováveis quanto não renováveis. A desvantagem é que as não renováveis se baseiam em elementos, como os combustíveis fósseis, que um dia vão acabar e desaparecer. Por isso, as energias renováveis são apresentadas como uma opção lógica e, geralmente, mais sustentável.

Quando falamos de energias renováveis normalmente nos referimos a fontes de energia com uma origem natural e potencialmente inesgotável seja porque existe uma quantidade enorme que a humanidade não consegue terminar ou porque elas podem se regenerar por meios naturais rápidos e alheios ao componente humano.

Você conhece todos os tipos de energias renováveis, a diferença entre elas, quais são as melhores, quais são as piores e por quê? Queremos comprovar seu conhecimento. É um teste muito simples.
 

Adivinhe a energia...

A primeira energia renovável abordada é uma das mais comuns: o uso da força da água em rios ou lagos para gerar eletricidade. É a que existe há mais tempo no mundo todo e em alguns países europeus foi fundamental para o desenvolvimento e melhoria do padrão de vida. Na Espanha também é uma das energias renováveis mais utilizadas: cerca de 15% da energia consumida provém dela, embora a nível mundial essa cifra seja de 20%. Sim, você acertou: trata-se da energia hidrelétrica.

A segunda energia renovável vem do vento. Especificamente, da força cinética gerada pelas correntes de ar, capturadas por turbinas que a transformam em energia elétrica. É uma forma de geração de energia que está crescendo de maneira significativa ao redor do planeta: em 2016, o incremento foi de 12,4%, atingindo uma potência instalada de 486.749 MW. Atualmente, é a segunda fonte de eletricidade mais comum entre as energias renováveis. Claro, esta era fácil: estamos falando da energia eólica.

Existe outra forma de energia que se baseia no aproveitamento do calor que emerge do interior do nosso planeta. Há regiões terrestres onde a temperatura é muito alta e pode ser usada para ferver água, acionar turbinas e gerar eletricidade ou para proporcionar água quente e aquecimento a lares e edifícios. Em determinados países, tem grande importância graças às suas condições especiais (por exemplo, na Islândia, representa 13% da produção total de eletricidade). Estamos falando da energia geotérmica.

Uma quarta forma de obter energia elétrica a partir de fontes naturais é aproveitando o movimento das marés, que geram eletricidade graças a um alternador. É uma das fórmulas mais seguras e proveitosas e, obviamente, é inesgotável. Trata-se da energia maremotriz.

A quinta energia renovável da nossa lista é, de certo modo, a mais importante, pois é a que dá vida às outras energias renováveis. Trata-se de coletar radiação solar e transformá-la em outros tipos de energia, como a luminosa ou térmica, através de diferentes sistemas: painéis fotovoltaicos, coletores térmicos ou espelhos que a concentram em um ponto. É bem conhecida e já ouvimos falar dela, mas, por enquanto, geramos apenas uma percentagem muito pequena da eletricidade que consumimos. Sim, é óbvio, estamos falando da energia solar.

Existe uma energia semelhante à maremotriz, só que em vez de aproveitar as marés, ela usa o movimento das ondas marinhas. É um dos sistemas mais estudados hoje em dia devido à facilidade que existe para prever como alcançar a máxima eficiência. Tem um nome um pouco estranho e esta, talvez, você não conhecia: energia ondomotriz.

O último tipo de energia renovável da nossa lista tem sua origem na fotossíntese vegetal. Durante este processo natural, as plantas transformam o dióxido de carbono e a água em materiais orgânicos, dos quais é possível obter uma grande quantidade de energia mediante a combustão ou transformação em outras substâncias que podem ser usadas como combustível. Ela é muito utilizada na Espanha, mas raramente damos valor pelo que ela é uma energia renovável eficaz e seu nome também não é muito comum: biomassa.
 

Qual é a energia renovável mais rentável?

Certamente, você superou nosso teste e deve saber que as quais energias renováveis ainda estão longe de se tornarem a alternativa mais econômica na hora de escolher uma opção de energia, mas elas têm crescido de maneira exponencial nos últimos anos. Inúmeros estudos afirmam que as energias renováveis serão a fórmula mais eficiente e barata para produzir eletricidade no ano 2040 em muitos países.

Mas, enquanto isso, qual é a mais rentável? Na Espanha, a energia eólica experimentou o maior desenvolvimento entre todas e se tornou, portanto, a energia renovável mais rentável do país. Hoje em dia, pode-se dizer que é a opção mais eficiente, barata e segura que existe. Na sequência vêm outras duas grandes: a hidráulica e a solar.

No entanto, este é apenas o caso espanhol e a situação varia muito dependendo do país, dos recursos que são utilizáveis por exemplo: na Islândia, o lógico é aproveitar a energia geotérmica, como vimos e também das políticas ambientais e energéticas locais. Um exemplo perfeito são os Estados Unidos, onde o uso de energias renováveis é de apenas 10%, sendo a biomassa a favorita. Ela é seguida pela energia hidrelétrica, solar, geotérmica e eólica.Portanto, podemos ver que existem muitas preferências, assim como opções.