The Daily Prosper
Bikram yoga: fique em forma a mais de 40 graus

Bikram yoga: fique em forma a mais de 40 graus

A Bikram Yoga nasceu com o objetivo de curar em um país como a Índia, onde ir ao médico ou conseguir remédio era muito difícil. Com sua expansão para os Estados Unidos, esta modalidade se tornou popular e, hoje em dia, é o exercício favorito das celebridades. Macarena Cutillas, diretora do Californian Hot Yoga, na Espanha, deixou seu trabalho como advogada para aprender e depois ensinar esta disciplina. 


 

A Bikram ou Hot Yoga é uma modalidade um tanto especial. Ela é praticada em uma sala a 42º C e com 40% de umidade. Durante a aula, os alunos obedecem às indicações de um professor que dá instruções durante 90 minutos. O instrutor não para de falar, para que os alunos não desanimem e evitem pensar no calor que faz. “Deve ser um exercício consciente”, diz outro professor do centro.

De onde vem esta modalidade de ioga?

Este tipo de ioga foi inventado por Bikram Choudhury, nascido em Calcutá. Este indiano machucou o joelho e não podia se mover. Então ele começou a fazer ioga com um grande guru, Bishnu Ghosh, que era irmão de Yogananda e um dos primeiros a trazer a ioga ao Ocidente. Choudhury se curou completamente do seu problema e começou a ajudar este guru. O que eles faziam era tratar e curar pessoas com dores de estômago, dor no ombro, dores de cabeça... e iam indicando uma postura para cada doença. Só podiam curar 15 pessoas por dia, porque tinham de ajudar uma a uma, então começaram a curar em grupo através da Bikram Yoga.

E como ela se popularizou?

Foi nos anos 1970. O presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, ficou sabendo sobre esse tipo de ioga e chamou Bikram Choudhury. Nixon tinha uma trombose na perna esquerda, estava prostrado em uma cama, e Bikram o curou. Foi bem na época de Shirley Maclaine, estrela de Hollywood, que também era uma fã de Bikram, e através desses dois personagens a modalidade se tornou famosa. O berço foi a Califórnia, por isso nosso centro se chama Californian Hot Yoga e, a partir daí, foi disseminada para o mundo inteiro.

O Californian Hot Yoga, em Madrid, foi o primeiro centro da Espanha a ensinar várias disciplinas de ioga quente. Com base nos bons resultados da Bikram, eles adaptaram diferentes tipos de ioga, como a Hatha ou a Vinyasa, para praticá-las a diferentes temperaturas. A ideia é que o aluno possa praticar diferentes tipos de ioga porque “nem todos os dias nos sentimos do mesmo jeito”, diz Macarena.

Na atualidade, quais são os benefícios deste tipo de ioga?

O primeiro benefício é que rejuvenesce o corpo. Dizem que os iogues se mantêm na idade em que começam a praticar. A Bikram Yoga envia sangue fresco e oxigenado a todas as células do corpo, rejuvenesce cada célula, cada órgão, cada glândula... Outro benefício é a perda de peso. Não só por causa do calor, que ajuda, mas também porque trabalhamos na glândula tireoide e paratireoide, que às vezes estão adormecidas pelo ritmo de vida que levamos hoje em dia e que são responsáveis pela queima de gordura e perda de peso. Através da ioga, mandamos sinais e sangue para que elas acordem. Além disso, ela cura dores nas costas, de garganta, no pescoço, má digestão... E finalmente, o mais importante, cura a mente, que temos todos os dias estressada e sem parar. Nós a fazemos parar por 90 minutos e se concentrar apenas no que está fazendo. Dessa forma, você se conecta com o que realmente é. Esse é o objetivo final da Bikram Yoga.

"O objetivo final da Bikram Yoga é conectar-se com o que você realmente é"

A Universidade do Texas apresentou um estudo que determinava que os benefícios da ioga tradicional, ou de outros tipos de ioga, eram os mesmos que os obtidos com a Bikram Yoga. Você concorda?

Toda ioga é boa porque são posturas que trabalham todo o corpo. A diferença da ioga com calor é que ela potencializa sua prática. Potencializamos a prática, os benefícios e os efeitos de cada postura e de cada exercício de respiração que fazemos. É surpreendente a mudança de uma pessoa que pratica Bikram por duas semanas, tanto no corpo quanto na mente.

Chama muita atenção praticar exercício a 42º C. Existe algum perigo ao fazer ioga a uma temperatura tão alta?

É o mesmo perigo que você tem ao caminhar ou correr. Trabalhamos há muitos anos nisso, foram realizados estudos no mundo todo e nunca vimos acontecer nada. O calor é o mesmo que quando você vai ao Caribe: no primeiro dia você está um pouco cansado e no segundo já está tomando um drinque na praia, relaxado. É exatamente o mesmo. Trata-se de acostumar o corpo e a mente.

Uma pessoa que nunca praticou ioga pode praticar a Bikram?

Muitas vezes há muita confusão e pensamos que a ioga é isso de colocar a perna atrás da cabeça. Nada mais sem sentido. Todo mundo pode praticar ioga, e ainda mais a Bikram Yoga, que está feita para todos. Bikram Choudhury tem uma frase que é: “nunca é tarde demais nem difícil demais e você nunca vai estar muito velho nem muito doente para começar tudo outra vez”. Você nunca está muito velho ou com excesso de peso, nem é tão ruim para poder frequentar uma aula.

E o que uma pessoa que nunca fez hot yoga deve considerar ao fazer uma primeira aula?

As recomendações que damos são beber dois litros de água por dia, ter o estômago vazio por duas horas antes de fazer a aula e simplesmente parar quando não puder mais, sentar-se, respirar e, quando estiver melhor, voltar à prática.

Este tipo de ioga está muito na moda. Celebridades como Jennifer Aniston, Miley Cirus ou Zinedine Zidane a praticam. Por que você acha que se tornou tão popular?

Eu acho que é porque sua origem começou em Hollywood, com Shirley Maclaine – e, a partir daí, ganhou muito fama. E também porque faz muito bem. Uma classe de 90 minutos equivale, para o coração, a 12 quilômetros de corrida. Também é boa para a alma, porque dizem que você sua e se livra das suas dores.

Você dá aulas há muitos anos. Já viu algum caso concreto em que a ioga mudou a vida de alguém?

Sim, a minha. Eu era uma advogada, trabalhava muitas horas por dia, e mudei completamente graças à Bikram Yoga. Também mudou várias pessoas. Por exemplo, eu tenho um aluno que tinha se separado e sofria um problema sério de excesso de peso. Depois de praticar a Bikram Yoga, aos oito meses, ele perdeu todo o peso que lhe sobrava e está muito feliz. Aliás, conseguiu arranjar uma namorada e tudo.