The Daily Prosper
Be healthy: active-se praticando estes três esportes urbanos

Be healthy: active-se praticando estes três esportes urbanos

O clima está agradável e bateu aquela vontade de sair da rotina da academia e fazer um pouco exercício ao ar livre? Não há nada melhor que sacudir a preguiça e experimentar coisas novas. Para começar a suar a camisa, propomos algumas modalidades esportivas realizadas no exterior que são muito atuais e prometem ajudar os atletas a alcançar três objetivos básicos: estar em forma, sentir-se bem consigo mesmos e se divertir. Mas atenção, porque elas são extremamente viciantes!


CrossFit ou bootcamp

Herdado das rotinas dos fuzileiros navais dos EUA, o crossfit é um tipo de treinamento funcional de alta resistência que, embora exista há muitos anos, agora é que começa a se fortalecer e ser organizado em grupos para poder praticá-lo em parques e circuitos abertos.

O que é necessário? Vontade e um bom tênis o resto fica por conta do treinador.

Esse tipo de exercício combina força física, poder e resistência e sua prática trabalha o corpo em todos os níveis.

As rotinas alternam séries cardiovasculares que vão desde sprints ou burpees até trabalhos com peso (halteres, bolas medicinais ou o peso do corpo) e alguns elementos de ginástica, como “plantar bananeira”. A variedade de exercícios possíveis é tão grande que permite construir um treino diferente para cada dia ou WOD (workout of the day). O tédio está mais que descartado.

CrossFit o bootcamp

"A fórmula: você contra você mesmo, promove o desejo de superação e a competição saudável"

Embora possa parecer adequado apenas para atletas, a vantagem do crossfit é que cada um de seus exercícios pode ser escalonado ou adaptado ao nível da pessoa que o pratica. Você pode chegar a queimar umas 800 calorias em cada sessão.

A fórmula “você contra você mesmo” promove o desejo de superação e a competição saudável, fazendo com que em cada sessão o praticante tente melhorar as próprias marcas. Um esporte em grupo que gera boas vibrações e muito espírito comunitário. E também é possível praticar em plena luz do dia... Está bom ou quer mais?
 

Skate ou longboard

Música dos Beach Boys nos fones de ouvido, brisa do mar, pele morena deslizando sobre uma prancha... Temos aqui o esporte que nos teletransporta para as orlas marítimas das praias californianas. Uma imagem que seduz, verdade? No entanto, o skate é muito mais do que isso – trata-se de uma prática muito completa que requer altas doses de equilíbrio, condicionamento físico e um pouco de paciência

Skateboard o longboard

"Sua prática faz com que sejam trabalhados especialmente os grupos musculares inferiores"

O kit básico do skatista iniciante inclui uma prancha, tênis de sola grossa e plana, para conseguir contato total com a superfície da prancha, e proteções (joelheiras, cotoveleiras, capacete e luvas). Com o equipamento e a motivação a mil, o ritual iniciático começa: aprender a subir. Parece simples, mas não é. O ideal é colocar o skate em um local que proporcione estabilidade, como um gramado plano, para evitar que ele deslize com facilidade, e subir nele alternando os pés para encontrar uma posição confortável. Uma vez encontrado o equilíbrio, basta ir a uma superfície o mais mole possível e começar a surfar em terra firma.

Skate ou longboard? A diferença entre as duas modalidades está no tipo de prancha o skate é menor e, além de deslizar, é usado para fazer manobras e saltos. Seu habitat natural é o skatepark, esses montes futuristas de concreto e dunas gigantes que fazem parte do visual urbano na maioria das grandes cidades.

A prancha de longboard, como o próprio nome sugere, é mais comprida, maior e, portanto, mais estável. Por isso, é mais indicada para começar. Seu principal uso é o passeio, que varia de intensidade até atingir a descida de velocidade, cujo recorde é de 130 km/h e, em um nível ainda mais avançado, é possível realizar derrapagens, curvas e até pequenas coreografias em cima da prancha. Ver os longboarders em ação é absolutamente alucinante.

Este esporte é fisicamente exigente e sua prática faz com que sejam trabalhados especialmente os grupos musculares inferiores: glúteos, quadríceps e, em menor grau, o core. Uma hora de prática equivale a, no mínimo, 500 calorias.

Parkour e BMX

O parkour é uma prática esportiva que nasceu na França e que consiste em se deslocar pela cidade evitando os obstáculos do mobiliário urbano (bancos, fontes, parapeitos, paredes...) da forma mais fluida possível. Com a ajuda apenas dos braços e das pernas e através de movimentos de impulsos rápidos. O que, em outras palavras, é correr e saltar por aí quanto mais alto, melhor. Ele é praticado exclusivamente ao ar livre e pode ser feito sozinho ou em grupo.

Parkour y BMX

"Essas modalidades de exercícios têm cada vez mais adeptos e trabalham a parte física em todos os níveis"

El BMX, por su parte, es también una disciplina acrobática extrema, en este caso derivada del ciclismo que se practica con bicis todoterreno o de ruedas gruesas. Lo importamos desde California, aunque desde 2008 es deporte olímpico, y para iniciarse de manera segura es indispensable llevar un kit de seguridad básica similar al del skateboard (casco, rodilleras y coderas). Una vez encima de la bici, la mejor manera de comenzar es probando diferentes pequeños saltos sobre las dos ruedas hasta dominar las acciones de impulso, recepción y frenado. Cuando salgan, es el momento de salir al asfalto a dejar volar la imaginación y disfrutar a tope de la descarga de adrenalina.

Todas essas modalidades de exercícios compartilham um denominador comum: têm cada vez mais adeptos e trabalham a parte física em todos os níveis. Para o esportista que não se sente preparado para praticar nenhuma delas, há a boa e velha corrida. Um grande clássico urbano, que precisa apenas de um bom par de tênis. Suas legiões contam com milhões de seguidores e cada vez mais corredores se animam a competir, mesmo que seja em eventos exigentes – como as maratonas. O fundamental é esquecer a rotina, sair e aproveitar os benefícios que o exercício ao ar livre promove sobre o corpo.