The Daily Prosper
São Valentim pelo mundo

Assim é como comemoram o Dia de São Valentim pelo mundo

Descubra as tradições mais originais e surpreendentes para celebrar o 14 de fevereiro.


Embora seja uma das principais celebrações no calendário de alguns países, a origem do Dia de São Valentim radica, como a maioria dos festejos judaico-cristãs, nas tradições pagãs. A festa, que começou sendo comemorada em 15 de fevereiro na Roma Antiga, era as Lupercálias – um ritual de iniciação para os adolescentes romanos que consistia em deixá-los algum tempo na floresta para sobreviver à caça.

A origem de São Valentim é uma festividade pagã celebrada na Roma Antiga que incluía o sacrifício de uma cabra e homens desfilando nus.

No século V, o Papa Gelásio I proibiu a celebração das Lupercálias e instaurou, em seu lugar, no dia anterior, 14 de fevereiro, a festa de São Valentim. A comemoração foi ganhando força e em 1415 o Duque de Orleans (França) presenteou sua esposa com o primeiro cartão criado especialmente para esta data.

O inocente gesto se transformou, com o tempo, em uma indústria que move 7,5 milhões de dólares por ano. Repassamos as tradições mais originais celebradas pelo mundo.

O primeiro cartão de namorados foi entregue em 1415 pelo duque de Orleans à sua esposa. Não sabemos se tinha um coração vermelho e brilhante desenhado.

República Checa

República Checa

Em Praga, preferem celebrar o amor no dia 1º de maio. Nessa data, os amantes dessa cidade visitam o parque de Petřín e se beijam sob uma cerejeira florida. A tradição se baseia em um lindo poema do autor romântico Karel Hynek Mácha chamado “Maj” (maio). É claro que Mácha tem uma efígie sua no lugar mencionado.

País de Gales
País de Gales

País de Gales

Outros que ignoram a tradição cristã e o dia 14 de fevereiro. Se, por acaso, você está apaixonado e mora no País de Gales, deve comemorar o St. Dwynwen’s Day (25 de janeiro). É quando os homens dão às mulheres colheres de madeira esculpidas à mão. A tradição é inspirada no presente que os marinheiros traziam após uma longa jornada em alto mar. Eles mesmos esculpiam a madeira para passar o tempo.

No País de Gales, os homens dão colheres de madeira esculpidas com intrincados detalhes.

Finlândia

Se você não tem parceiro/a, nada melhor que uma visita express a este país nórdico que em 14 de fevereiro comemora o dia da amizade. Com uma visão mais aberta (e provavelmente mais saudável) do amor, na Finlândia você pode dar cartões e presentes tanto para seus amigos quanto para sua cara metade.

Dinamarca

Os homens dinamarqueses enviam poemas divertidos às mulheres. São os gaekkebrev, assinados de forma anônima com uma série de pontos (a mesma quantidade de letras do nome). Se a destinatária adivinha o remetente, ela receberá um ovo de Páscoa mais tarde.

Estônia

Como os finlandeses, os estonianos também celebram o amor e a amizade ao mesmo tempo. Embora isso não seja um consolo para os solteiros, nesta data eles têm à disposição um “ônibus do amor”, em que podem subir de forma gratuita para encontrar um parceiro.

Na Estônia, os solteiros podem subir no “ônibus do amor” para encontrar um parceiro.

Alemania São Valentim

Alemanha

Os alemães têm uma peculiaridade quando se trata de celebrar o Dia de São Valentim: os porcos. Além de flores, bombons e outras lembrancinhas, os amantes se presenteiam leitões (de chocolates, biscoitos ou figurinhas) destinados a dar sorte ao casal.

Israel

A tradição judaica aponta para a festividade de Tu B’Av como dedicada ao amor. É uma data menor, sem rituais estabelecidos para sua celebração, que foi assumida como a versão judaica do Dia de São Valentim. É um dia para “o romance, explorado a partir da dança, da música, das flores e do estudo”, ao mesmo tempo que é considerada uma boa data para os casamentos, pedidos de mão e renovação de votos.

Filipinas

As Filipinas assumiram a tradição anglo-saxônica do dia dos namorados levando-a às suas últimas consequências. Todos os anos, em 14 de fevereiro, são organizados casamentos em massa com centenas de apaixonados e apaixonadas.

Já faz anos que os filipinos aproveitam o Dia de São Valentim para promover grandes casamentos em massa.

Japão

As japonesas gastam todo seu salário em chocolates e bombons por conta desta data. É o Giri Choco, que deve ser entregue a todos os homens de sua vida (parentes, cônjuge, amigos, além de chefes e colegas de trabalho). A avalanche é tal que existem diferentes tipos de doces que indicam o grau de proximidade e carinho com a pessoa.

São Valentim Ghana

Gana

O país africano é um dos principais produtores de cacau do mundo, de tal modo que decidiram transformar o Dia de São Valentim no dia do chocolate, uma festa que visa disseminar os benefícios do cacau e incentivar seu consumo.

África do Sul

As mulheres sul-africanas colocam corações de papel nas mangas com os nomes das pessoas que elas estavam interessadas.

Por Helena Almanza