The Daily Prosper
APBS: sensores de umidade para a segurança viária

APBS: sensores de umidade para a segurança viária

Além da precaução, existem métodos inovadores para incrementar a segurança na estrada. 


Com o clima adverso é quando se deve tomar mais consciência sobre os perigos ao volante, pois aumenta o risco de acidentes e devemos ser mais cautelosos. A visibilidade é muito menor, há pouca luz inclusive durante o dia , as janelas ficam embaçadas no interior e a aderência ao asfalto úmido diminui. Portanto, são necessários mais metros para frear.
 

Experiência e prudência como sistemas de segurança

Os dados coletados no ano passado pelo Centro de Estudios Ponle Freno, na Espanha, em colaboração com a AXA, mostram que, nos dias chuvosos, a probabilidade diária de sofrer um acidente aumenta em 7,4%. Curiosamente, são as regiões com menos precipitações por ano as que acumulam números muito maiores de ocorrências.

O tipo de acidente mais comum é por colisão traseira, ou seja, quando um veículo é atingido por um atrás dele na mesma faixa, seja por perda de controle ou aquaplanagem, ou pela necessidade de contar com mais metros na freada. Portanto, além de cautela, a experiência é um elemento-chave para reagir corretamente a um evento imprevisto quando circulamos por uma pista escorregadia.

"Os dias de chuva aumentam os acidentes, especialmente nas regiões com poucas precipitações durante o ano"

Quando temos essa sensação de perda de controle porque as rodas não estão aderidas à pista molhada, é vital saber como reagir a tempo no entanto, é básico manter sempre uma distância de segurança em relação ao outro carro. Além disso, ainda não existe um sistema mecânico que corrija ou compense o chamado aquaplaning, com o qual controlar a situação é a única maneira atual de evitar acidentes nesses casos.

Claro, nunca se deve pisar no freio em uma situação de aquaplanagem, porque podemos bloquear as rodas quando elas entrarem em contato com o asfalto e perder o controle completamente. Da mesma forma, manter os pneus nas melhores condições possíveis, respeitar a distância de segurança e tentar reagir a tempo e com tranquilidade são as únicas formas de enfrentar esta situação de perda de aderência do veículo na estrada.  

"Diante de um acidente causado pela aquaplanagem, é importante reagir a tempo"

A boa notícia é que em breve teremos um sistema que nos ajudará a reduzir o risco de aquaplanagem. José Manuel Aguilera e Francisco Marjalizo, dois jovens espanhóis, desenvolveram um projeto-piloto premiado recentemente no concurso de talentos universitários do Banco Santander, o Santander Explorer. A invenção se chama APBS: sensores de umidade para a segurança viária.

A ideia da dupla surgiu depois de assistir a uma competição de Fórmula 1 no circuito de Abu Dhabi. “Estava chovendo tanto que tiveram de parar o treino e remover todos os carros para secar a pista”, explicam José Manuel e Francisco. Foi quando eles se perguntaram por que essa função não poderia ser incorporada nos seus próprios veículos. Depois de apresentá-lo como um projeto na universidade, uma professora os convenceu de participar do concurso.

A iniciativa é proposta como um sistema que usa elementos já existentes nos automóveis. O Air Pressure Braking System (sistema de frenagem por pressão de ar) retira a água acumulada diante da roda do carro, jogando uma massa de ar comprimido contra o asfalto. Essa ação elimina o excesso de água, melhora as condições do asfalto (menor espessura da água) e reduz a distância de frenagem em 20%.

A intenção de José Manuel e Francisco, depois de vencer o concurso de inovação do Santander, é poder vender sua ideia aos fabricantes de automóveis. Eles já entraram em contato com uma grande marca e têm a vantagem de que precisam apenas de itens que normalmente são encontrados nos veículos.
 

Conselhos básicos  

Até que a ideia desses jovens se materialize e possamos encontrar o sistema APBS nos carros, o único que nos resta é sermos prudentes nos dias chuvosos e seguirmos estas dicas básicas, que sempre devem ser lembradas.

  • Adapte a velocidade à situação em que você se encontra, especialmente quando o clima for desfavorável.
     
  • Mantenha uma maior distância de segurança.
     
  • Não freie nem manobre bruscamente.
     
  • Mantenha os pneus em boas condições.
     
  • Utilize os faróis correspondentes à situação.
     
  • Certifique-se de que o sistema de desembaçar os vidros funciona.
     
  • Verifique as palhetas e os limpadores de para-brisa.

Chuva e velocidade não são bons companheiros de viagem. Portanto, diante de tudo isso, mantenha a calma e evite riscos desnecessários.

Por Sonia Martí Gallego