Apps que podem salvar sua vida


A leitura vai levar 5 minutes

Hoje em dia, graças aos celulares, existem botões de pânico para quase tudo, mas um cuidado é necessário: devemos nos manter atualizados e instalar os apps que mais se ajustem às nossas necessidades. Fazendo isso, quando surgir a necessidade, você não terá que se preocupar em fazer um download ou ter internet disponível.


O que fazer se você se perder na montanha ou estiver sozinho em uma área de difícil acesso? E se você sofrer ou testemunhar um acidente de trânsito? Como avisar de maneira discreta ao ver atitudes violentas na rua? Em todas essas situações, reagir a tempo é essencial, e os aplicativos para emergências são a ferramenta para pedir ajuda em questão de segundos.

Um estudo sobre as tendências digitais em 2017, realizado pela We Are Social e Hootsuite, afirma que a Espanha lidera o ranking mundial de penetração do uso de celulares, com 88% de usuários. Deste total, quase 28 milhões de pessoas são usuárias ativas de aplicativos móveis e têm uma média de 18 aplicativos instalados no seu smartphone, de acordo com o Informe Mobile na Espanha e no Mundo da Ditrendia. A maior parte dos apps que usamos oferece trocas de mensagens, comunicação e mapas. Incluir entre eles os destinados a pedir ajuda é um assunto pendente, para o qual devemos estar atentos como cidadãos.

Há alguns anos, uma campanha da Cruz Vermelha conseguiu popularizar o ato de escrever “Aa” na frente do nome do contato a quem gostaríamos que avisassem em caso de emergência. Hoje, o mercado de aplicativos móveis de urgências revolucionou este pequeno truque.

Estas são as nossas recomendações para estarmos preparados em cada situação:

“Tudo bem. Obrigado.”

Como se fosse uma reposta predefinida do nosso e-mail, existem vários aplicativos que permitem enviar esta frase ao contato desejado, no momento oportuno, com apenas um clique. Pais, mães, familiares e amigos. Todos os contatos que você quiser podem ser informados em tempo real de onde você está e de que está bem. Basta que solicitem através de um app.

Se você não quiser que saibam a sua localização exata, basta recusar o envio desta informação, respondendo com um discreto “estou bem, não se preocupe” ou qualquer outra mensagem que tenha configurado previamente. Porém, você deverá responder rápido, pois se ignorar o pedido o aplicativo entenderá que está em uma situação de risco e enviará todos os detalhes da sua localização diretamente.

Estas funções simples, mas vitais caso você necessite pedir ajuda em questão de segundos, são proporcionadas pelo app “Contatos de confiança” (por enquanto, apenas para Android) ou “Localizador Familiar ou Móvel”. Classificadas com 4 de 5 estrelas, e com versão gratuita, são ferramentas muito úteis para famílias com filhos menores de idade.

Evite o assédio nas ruas

Na Espanha, uma de cada três mulheres diz ter sofrido assédio sexual nas ruas, segundo o estudo sociológico Ulises. Para documentar estes fatos em tempo real, compartilhar suas histórias, encontrar apoio e prevenir que outras mulheres sofram o mesmo, foram lançados aplicativos como o internacional “Hollaback!” e “Viomapp”.

Ambos localizam no mapa os incidentes, apresentam uma breve descrição do ocorrido, e caso algo similar volte a acontecer no mesmo lugar, o incidente recebe uma classificação quanto ao nível de gravidade (de 1 a 5). O objetivo é gerar consciência de tais fatos e erradicá-los.

Nas palavras de Deborah Blye, que decidiu trazer o movimento “Levanta la voz” à capital espanhola: “A Espanha precisa atualizar-se com o movimento antiassédio nas ruas, que nos últimos anos adquiriu uma grande importância global.” Tais situações nem sempre são reconhecidas como tal: “Muita gente ainda insiste que o assédio que as mulheres sofrem diariamente, em todos os tipos de espaços públicos, não passam de galanteios.”

Como pedir ajuda quando não sabemos onde estamos

O que fazer se uma roda do nosso carro furar em uma estrada pequena e deserta? E se sofrermos um acidente com feridos que precisem de cuidados médicos? Pensando nestas situações, o serviço de emergências espanhol lançou o “My112”, gratuito e disponível para Android e iOS (embora ainda não opere em todas as províncias do país).

Ele permite a comunicação com os serviços de emergência e o envio de coordenadas no caso de um acidente, mesmo quando não temos dados. Além disso, permite que o próprio serviço possa enviar notificações aos usuários próximos a uma incidência, pedindo precaução ou o envio de uma foto que ajude em uma primeira avaliação da situação.

Em tais casos, o “AA Emergencias ICE” é um bom complemento. Ele permite acesso a nossos contatos de emergência e a dados sobre alergias e doenças, que previamente introduzimos em nosso perfil para agilizar o serviço em caso de necessidade de atenção médica, e sem precisar desbloquear o telefone.

O “iRescue” (0,79€) é um app de emergência que reúne todas as funções anteriormente citadas, incluindo uma muito importante: pode ser ativado remotamente, por suas pessoas da sua confiança, a fim de obter a sua localização, caso você se encontre sob ameaça.

Chat direto com as forças de segurança

Já está ativa na Espanha uma alternativa aos telefones dos serviços de emergência, se precisarmos entrar em contato com as forças de segurança deste país. Trata-se do aplicativo “AlertCops”. Ele permite avisar às autoridades em caso de roubos, agressões, violência de gênero, vandalismo etc. Atualizado em junho de 2018, o aplicativo já alcançou mais de meio milhão de downloads no Android e está disponível em mais de 100 idiomas, para que os turistas que não falam espanhol possam utilizá-lo quando estiverem passeando pelo país. Também é acessível para pessoas com deficiências auditivas ou de fala.

Os dados do Ministério do Interior espanhol revelam que foram recebidos mais de 20.000 avisos de situações de risco e que a função mais utilizada “foi a solicitação de chat com os agentes, o que permite transmitir uma informação completa do que está acontecendo”.

Este mesmo serviço, estendido a 200 países e a todas as emergências (incluídas as médicas), é o que proporciona o “Help Me-Sos Internacional”. Disponível em mais de 35 idiomas, ele detecta automaticamente o do usuário. Apertando um único botão, ele nos põe em contato com o serviço de emergência do país em que estamos, proporciona nossa localização e permite que a enviemos a quem quisermos por SMS e/ou e-mail.

E se não temos internet?

Para quem ama esportes de risco, existem aplicativos de emergência que, levando previamente instalados, podem minimizar as complicações no caso de um acidente no meio da natureza. Um exemplo é o “Alpify”, agora Safe365. Está entre os mais conhecidos pelos escaladores. Ele permite conectar com os serviços de emergência, enviar sua localização ou avisar aos contatos predefinidos no seu perfil, mesmo sem internet. Neste caso, a localização é enviada por SMS. Na mesma linha, a Telefônica criou o “Pigram”, um app para que seja possível postar nas redes sociais ou enviar e-mails quando não temos conexão à internet, através do protocolo SMS. Postando uma mensagem no Twitter ou enviando um e-mail, você poderá tranquilizar todo mundo ao chegar no topo de uma montanha, após uma catástrofe ou um atentado.

Seja para ajudar aos demais ou em benefício próprio, estarmos preparados é cada vez mais fácil. Uma das principais vantagens de estarmos permanentemente conectados através de nossos dispositivos móveis é termos sempre à mão uma ferramenta para pedir auxílio em caso de emergência, de maneira gratuita e com uma resposta cada vez mais rápida. E instalar as que possam nos ajudar não demora mais de dois minutos e pode ser um auxílio vital.

Por Belén Belmonte

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Um “app” para classificar os edifícios de acordo com seu grau de acessibilidade

Bruno Mahfuz criou o Guiaderodas, aplicativo que classifica os edifícios de acordo com a sua adaptação aos deficientes.

Apps médicos para carregar o diagnóstico no bolso

Ver e falar com pessoas a milhares de quilômetros em tempo real,…

5 apps para controlar suas despesas do dia-a-dia

Eles estão disponíveis desde plataformas para controlar e analisar os gastos até…