O que é um fundo de investimento e como funciona?

Antes de entrar no assunto, existem vários conceitos que teremos que saber para entender o que é um fundo de investimento.

A leitura vai levar 3 minutes

Antes de entrar no assunto, existem vários conceitos que teremos que saber para entender o que é um fundo de investimento.


Esses conceitos são essenciais e uma breve definição nos ajudará a resolver essa questão com mais precisão.

  • Ativo: Bem que a empresa possui e que pode se tornar dinheiro.
  • Responsabilidade: Dívidas da empresa
  • Valor de liquidação: O preço provável de um ativo quando se pretende vender no mercado. Neste caso, é o preço da participação de um fundo de investimento em uma determinada data
  • Participações: Modo ou formas em que o capital é dividido.
  • Sociedade Gestora: Aquela que adota as decisões de investimento e exerce as funções de representação e administração dos fundos.
  • Depositário: Instituição que está encarregada de cuidar dos bens que possui em sua custódia.
  • Ganhos de capital: aumento no valor de um imóvel devido a circunstâncias alheias a qualquer melhoria feita nele.
  • Obrigações: Instrumentos financeiros de dívida utilizados por entidades privadas e entidades governamentais. É uma das formas de materializar títulos de dívida, renda fixa ou variável.
  • Ação: Unidade de propriedade em uma empresa que pode ser colocada à venda para os investidores.
  • Derivativos: produto financeiro cujo valor é baseado no preço de outro ativo.
  • Moedas: Em relação à moeda estrangeira.

Agora, o que é um fundo de investimento?

Os fundos de investimento ou Instituições de Investimento Coletivo (CIIs) incluem as contribuições de diferentes poupadores e, através deles, confiam a uma série de gerentes profissionais decisões sobre como investir seu dinheiro. O objetivo é obter a máxima lucratividade possível com base em diferentes estratégias de investimento.

Assim, um fundo de investimento é formado por um patrimônio sem personalidade jurídica, e isso é dividido em participações.

Sempre respeitando a filosofia de investimento marcada, o fundo pode investir em títulos, ações, derivativos ou moedas, e em qualquer lugar.

Além disso, uma das grandes vantagens dos fundos de investimento é a sua tributação. O participante de um fundo de investimento só será tributado quando reembolsar as participações, pois é nesse momento que são gerados ganhos ou perdas de capital que devem ser integrados ao lucro tributável do imposto de renda pessoal.

Você sabe quais são os elementos que compõem um fundo de investimento?

A melhor maneira de conhecer os elementos que compõem um fundo de investimento é responder às seguintes perguntas:

Quem são os participantes de um fundo de investimento?

Como há acionistas em uma empresa, também há participantes em um fundo de investimento. São aqueles que contribuem para o patrimônio comum e obtêm uma participação nele. Da mesma forma que acontece com os acionistas, os cotistas são os donos do fundo de acordo com o que foi contribuído.

Quais são as ações de um fundo de investimento

As participações são as partes em que um fundo de investimento é dividido. Seu número varia dependendo das compras e vendas que são feitas dele. Não é baseado em um valor fixo, como é com ações. A compra de ações recebe o nome da assinatura, enquanto a venda é chamada de reembolso.

O valor de liquidação das ações nos permite observar como o fundo evolui e é igual ao total de ativos do fundo entre o número de ações em circulação.

O que é uma empresa de gestão de fundos?

A empresa de gestão é quem decide onde se investe o patrimônio do fundo. Não é o dono. O fundo sempre pertencerá aos participantes.

A sociedade gestora terá sempre que enviar os dados relativos aos fundos que gere para a Comissão Nacional de Mercados e Valores Mobiliários (CNMV) dentro dos prazos estabelecidos.

O que é um depositário de um fundo de investimento?

Os depositários podem ser bancos, caixas econômicas ou empresas de valores mobiliários ou cooperativas registradas na CNMV. Seu trabalho é proteger os ativos que compõem o fundo.

No caso em que o fundo de investimento mude de depositário, os cotistas podem reivindicar todo o seu investimento sem aplicar qualquer comissão de reembolso.

Como funciona um fundo de investimento?

É muito simples. O participante contribui com dinheiro para o fundo e adquire ações. O gerente integra esse dinheiro e o investe onde for mais rentável.

Dentro do fundo de investimento, você tem que diferenciar entre seu patrimônio e seu portfólio. O primeiro refere-se ao dinheiro que o compõe, investido ou não em ativos. O portfólio é o conjunto de títulos que possui.

Como seu tamanho aumenta ou diminui?

Depende de dois fatores: a entrada ou saída de investidores e as variações no valor de mercado dos ativos que o compõem. Há uma diferença substancial entre os dois: o primeiro não afetará o investimento, apenas o valor das ações vai mudar dependendo das assinaturas ou reembolsos. O segundo, que afeta o investimento e os resultados, é a variação no preço dos ativos.

Em suma, os fundos de investimento são instrumentos que facilitam o acesso a mercados que podem ser inatingíveis para investidores individuais e os ajuda a realizar um bom planejamento financeiro graças às suas vantagens fiscais.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

Educação financeira para as crianças: a economia nas primeiras fases da vida

É importante conversar com as crianças sobre o dinheiro de uma forma natural. E explicar que ele é resultado do esforço e do trabalho.

Saber sobre finanças ajuda a controlar nosso patrimônio

As finanças estão no ar. Assim como o amor, elas estão nos feriados, no cinema, nas vendas, no pagamento extra, na moto que você alugou para o fim de semana. No entanto, sabemos pouco sobre elas.

5 ideias para lidar com a contabilidade doméstica de forma eficaz

Para examinar o estado de saúde da sua economia familiar, responda estas três perguntas. Posso chegar sem problemas no final do mês? Posso seguir adiante se amanhã eu perco meu emprego?