Como planejar sua aposentadoria mais além das finanças

Falar de aposentadoria é falar de tempo livre, descanso e, claro, economia. No entanto, esta fase da nossa vida vai muito além do dinheiro. 

A leitura vai levar 3 minutes

Falar de aposentadoria é falar de tempo livre, descanso e, claro, economia. No entanto, esta fase da nossa vida vai muito além do dinheiro


Seu planejamento financeiro é uma peça do quebra-cabeça que molda o resto das suas necessidades e preocupações vitais. É verdade que o dinheiro é fundamental, mas acima de tudo, pelo que ele pode proporcionar em outros setores. Sem dinheiro suficiente, você não poderá ter a aposentadoria que imaginou.

Planeje suas finanças para o momento da aposentadoria

O dinheiro oferece tranquilidade. Na verdade, de acordo com a pesquisa feita pela Merril Lynch, publicada pelo site preahorro.com, 88% das pessoas procuram o sossego para suas finanças pessoais, enquanto apenas 12% querem acumular o máximo de dinheiro possível.

Isso faz com que muitos terminem lamentando suas decisões. Tanto é assim que 36% dizem que teriam agido de forma diferente com seu dinheiro. Comparativamente, apenas 18% mudariam algo em sua carreira profissional e 15% na sua saúde. Entre as decisões que teriam tomado, 90% acreditam que gastariam menos e 79% teriam procurado uma assessoria financeira.

A saúde na aposentadoria

“O importante é ter saúde” é uma frase que todos nós pronunciamos em algum momento. A maioria das pessoas prefere ter saúde quando se aposentar, do que dinheiro, família e amigos.

No entanto, é um dos fatores que geralmente recebe menos atenção. Um dos erros que mais cometemos ao planejar nossa aposentadoria é pensar que nosso estado será o mesmo aos 60 e aos 80 anos. Esse é um dos custos que não podemos prever.

É melhor ter hábitos saudáveis ​​durante toda a vida e evitar vícios que possam aumentar a probabilidade de você sofrer uma doença grave. Por exemplo, um cuidador em tempo integral pode custar entre 800 e 1.200 euros, mais as contribuições da Previdência Social. Não vamos falar ainda sobre se você precisa ou opta por tratamento médico privado.

Trabalhar depois da aposentadoria

Pode ser surpreendente, mas de acordo com dados da empresa Aegon, apenas 48% dos espanhóis esperam deixar seu trabalho quando se aposentem, enquanto 39% pretendem continuar, mesmo que de forma diferente.

Existem quatro tipos de aposentados trabalhadores:

– Aqueles que gostam do que fazem.

– Aqueles que colaboram com ONGs.

– Aqueles que fazem isso por causa de suas conexões sociais.

– Aqueles que trabalham por necessidade econômica (representam 28%).

A família na aposentadoria: felicidade e disputas?

A família é uma das principais fontes de felicidade. No entanto, às vezes, esse afeto também gera tensões emocionais e econômicas.

Por um lado, há o sentimento de carga. Ninguém quer ser um problema para família, especialmente os idosos. E, por outro lado, a tensão dos outros. Um dos casos mais frequentes é quando os pais se tornam o banco da família, que empresta dinheiro aos filhos a partir da sua aposentadoria.

É importante que haja uma maior comunicação familiar, em termos econômicos, (testamento, cuidados necessários na velhice …) e melhor educação financeira para reforçar a independência de todos os membros (educar o seu filho para que tenha uma liberdade financeira ou ensiná-lo a economizar).

O imóvel pode ser uma fonte de economia na aposentadoria

Se, no momento da compra de uma casa, a vemos como um investimento e não apenas como o lugar para morar, é necessário olhar os números. O principal é ter claro o custo real do imóvel (impostos, taxas …), e não apenas o que você paga para adquiri-lo.

A casa se adapta às diferentes etapas da sua vida. Por exemplo, se você é jovem e vive em casal, um apartamento de um quarto será suficiente. Mas quando você tem filhos, pode ter que se mudar para uma casa com mais quartos. Uma vez que eles crescem, você precisa manter uma casa (aquecimento, impostos, limpeza …) com vários quartos e mais espaço? Embora os gastos aumentem, grande parte das famílias permanece no local.

O mais rentável é alugar a casa e se mudar para outra que seja menor. Assim, estará entrando mais dinheiro do que somente a sua aposentadoria.

Aproveite a vida na aposentadoria

Mais um importante ponto. Depois de uma vida trabalhando, a aposentadoria tem que ser o tempo para aproveitar, viajar e descansar. De acordo com o estudo da Merrill Lynch, a liberdade e a flexibilidade quase não se relacionam com o material. A maioria dos aposentados argumenta que viver novas experiências é mais importante para eles do que comprar coisas.

Depois de tudo isso, verá que cada pequeno passo que você dê em sua vida condicionará sua aposentadoria, especialmente no campo da saúde. Voltando ao campo econômico, se você quiser chegar mais tranquilo à sua aposentadoria, aposte por estratégias financeiras ou planos de aposentadoria. Por exemplo, você pode economizar parte do seu salário desde que você é jovem, assim como muitos pais fazem com seus filhos para garantir uma educação de qualidade no futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar

6 conselhos para cuidar da sua segurança financeira

Phishing é um termo em inglês que se refere à tentativa de desvendar senhas, através de campanhas que simulam ser de plataformas de confiança.

Educação financeira para as crianças: a economia nas primeiras fases da vida

É importante conversar com as crianças sobre o dinheiro de uma forma natural. E explicar que ele é resultado do esforço e do trabalho.